Central de ajuda - Banco de Informações de mídia

Sim. Trata-se de um dos requisitos obrigatórios para pleitear a certificação que a Agência disponha, em caráter permanente, de um conjunto mínimo de informações e dados de mídia, cuja configuração está estabelecida no Anexo “A” das Normas-Padrão da Atividade Publicitária e Resolução que trata dos Compromissos com Pesquisa de Mídia – Anexo “A”.

 

O enquadramento técnico depende da receita de mídia da sua agência. Para solicitar a Certificação de Qualificação Técnica do Cenp, a Agência de Propaganda preenche o Formulário de Cadastro e informa o valor da receita de mídia do ano anterior, o que deve ser atualizado anualmente. De acordo com o valor da receita de mídia, a agência se enquadra em um dos oito Grupos de faixas de receita, conforme tabela abaixo:

GRUPORECEITA DE MÍDIA ANUAL (EM R$)
1Acima de 50.000.000,01
2De 20.000.000,01 até 50.000.000,00
3De 13.500.000,01 até 20.000.000,00
4De 7.000.000,01 até 13.500.000,00
5De 3.000.000,01 até 7.000.000,00
6De 1.500.000,01 até 3.000.000,00
7De 500.000,01 até 1.500.000,00
8Até 500.000,00

Porque os compromissos para aquisição de pesquisa variam de acordo com esta classificação (grupos 1 a 8). 

 

As Agências enquadradas nos Grupos dos Grupos Um, Dois, Três e Quatro assumem o compromisso de dispor/fazer uso de estudos de informações de mídia, em conformidade com os princípios básicos, em especial no que tange ao gabarito de pontos, de acordo com o que está estabelecido no Anexo “A” das Normas – Padrão da Atividade Publicitária, para cada Grupo.

 

As Agências enquadradas nos Grupos Cinco, Seis e Sete assumem o compromisso de dispor/fazer uso, respectivamente, de 03 (três), 02 (dois) e 01 (um) dos serviços de informações de mídia disponibilizados pelos Fornecedores com serviços credenciados pelo Cenp.

 

Para as agências do Grupo Oito, que possuem receita de mídia até R$ 500 mil, o Cenp, em parceria com Institutos/ Fornecedores dos estudos credenciados, disponibiliza, gratuitamente, o Banco de Informações de Mídia, que contém pesquisas e elementos tidos como necessários para lhes assegurar condições qualitativas de desempenho e possibilidade de ascensão.

A pontuação atualizada está disponível na Resolução que Compromissos com Pesquisa de Mídia – Anexo “A” das Normas-Padrão da Atividade Publicitária, a qual é atualizada anualmente.

Os compromissos poderão ser flexibilizados por recomendação do Comitê Técnico de Mídia (CTM), sempre e comprovadamente, quando a oferta no mercado analisado for igual ou inferior ao disposto neste Anexo. Nestes casos, a Agência deverá solicitar ao CTM a revisão do disposto, comprovando os fatos alegados.

Os estudos credenciados podem ser consultados na página Banco de informações de mídia.

Para obter a senha de acesso ao Banco de Informações de Mídia é necessário preencher o Código do Certificado e CNPJ da agência, duas referências que têm link com o Grupo da agência. Se a agência não for Grupo 8, o acesso é negado.

O Banco foi criado com o objetivo de assegurar condições qualitativas de desempenho e possibilidade de ascensão às agências sem capacidade de investimento em informações de mídia, ou seja, agências pequenas, com receita de mídia até R$ 500 mil.

O Banco apresenta estudos credenciados nos três pilares, em várias praças, de vários institutos/Fornecedores.

 

– Pilar Audiência (TV Aberta e Rádio) /Circulação – Grupo 6 Sigma, Kantar Ibope, IVC

– Pilar Hábito – Futura Map, Kantar Ibope, Pointlogic

– Pilar Investimento – Avroad, BMP, Controle da Concorrência, Gedáblio, Spot

Não.  Os dados disponíveis no Banco são parte importante dos estudos, mas não é o estudo completo.  A agência que se interessar em ter acesso ao estudo integral deve entrar em contato, diretamente, com os Institutos/Fornecedores da Pesquisa.

 

Os institutos/Fornecedores dispõe de tabela de preço diferenciada para as agências certificadas.

O Banco de Informações de Mídia é atualizado pouco tempo depois das pesquisas serem disponibilizadas ao mercado.

Sim. A Kantar Ibope restringe a 06, por ano, as possibilidades de acesso às pesquisas de audiência de TV. E, também, na mesma pesquisa, somente é permitido o acesso a duas cidades dentro do estado da cidade sede da Agência.